agende sua consulta
telefone
11 3266-2418
11 3266-2112
whatsapp
11 98752-2272

Cirurgia Plástica & Transplante Capilar | Dr. Fabrício Ribeiro

AGENDE SUA CONSULTA
11 3266-2418
11 3266-2112
Whatsapp11 98752-2272
Assista a entrevista com Dr Fabrício no Jornal da Record !

Assista a entrevista com Dr Fabrício no Jornal da Record !

Avaliação Online Transplante FUE

Blog Transplante Capilar Dr. Fabricio Ribeiro

FUE e FUT: entenda as diferenças

28/12/2016 | FUE, FUT, Implante capilar

Conheça as principais características dos dois procedimentos mais utilizados no brasil para a queda de cabelo

As técnicas FUE e FUT são as mais utilizadas para fazer transplante capilar. Basicamente, na FUT uma faixa de couro cabeludo é retirada e, a partir desta, os folículos são separados por instrumentos especializadas. Após a preparação, são implantados. No FUE, por sua vez, os folículos são extraídos diretamente da área doadora – que é geralmente também o próprio couro cabeludo, mas pode ser a barba e o peito.

Dúvidas sobre as semelhanças e diferenças desses dois procedimentos são extremamente comuns – por isso, nosso Blog vai esclarecer alguns tópicos importantes. Confira a seguir!

O FUT

• A faixa de couro cabeludo é retirada da porção posterior (occipital) e lateral (temporal) da cabeça do paciente. Os folículos capilares dessa região não possuem os genes da calvície;
• Essa técnica apresenta uma cicatriz linear definitiva no couro cabeludo. Para camuflar a cicatriz é necessário utilizar os cabelos mais compridos, pelo menos máquina 3;
• O custo dessa técnica é menor que o da técnica FUE;
• Em geral, o tempo de cirurgia é menor que a técnica FUE;
• Não é necessário raspar a área doadora;
• Nessa técnica é realizada uma sutura (pontos), e estes devem ser removidos de 10 a 15 dias após a cirurgia;
• Essa técnica tende a ser um pouco mais dolorida que a técnica FUE.

O FUE

• Unidades foliculares retiradas uma por uma;
• O tempo cirúrgico é maior que o da técnica FUE .
• Cicatriz puntiforme, ou seja, extremamente pequena e imperceptível;
• Recuperação mais rápida/pós-operatório facilitado;
• Cicatriz mais fácil de ser camuflada com o cabelo;
• Não precisa de sutura (ponto).

Semelhanças

Nos dois casos, os fios caem e voltam a crescer depois de alguns meses. Na maioria dos casos, 50% do resultado já é definitivo a partir do sexto mês – e não caem novamente, pois as unidades implantadas não possuem os genes da calvície.



WhatsApp Chame no WhatsApp!