agende sua consulta
telefone
11 3266-2418
11 3266-2112
whatsapp
11 98752-2272

Cirurgia Plástica & Transplante Capilar | Dr. Fabrício Ribeiro

AGENDE SUA CONSULTA
11 3266-2418
11 3266-2112
Whatsapp11 98752-2272
Assista a entrevista com Dr Fabrício no Jornal da Record !

Assista a entrevista com Dr Fabrício no Jornal da Record !

Agende sua consulta



A principal cirurgia de rejuvenescimento do terço superior da face é a blefaroplastia, também conhecida por cirurgia de pálpebras, a plástica facial mais realizada e a cirurgia plástica estética mais realizadas em homens.

Bolsas Palpebrais

Outra alteração na face que ocorre com o envelhecimento é o aumento das bolsas de gordura. Nas pálpebras existem 5 bolsas de gordura, duas na pálpebra superior e três nas pálpebras inferiores. A função das bolsas palpebrais é sustentar o globo ocular. Com a idade, ocorre aumento destas bolsas, o que leva a um aspecto de cansaço.

Olho e pálpebra

O posicionamento dos olhos também pode  se modificar com o envelhecimento. Com o passar dos anos, o canto lateral dos olhos tende a “cair”, dando o apecto de cansaço e tristeza. O reposicionamento através da cantopexia permite corrigir essa alteração.

O objetivo da cirurgia é corrigir as alterações palpebrais causadas pelo envelhecimento. Desse modo, na cirurgia das pálpebras é realizada a retirada do excesso de pele e removidas parcialmente as bolsas de gordura. Outro ponto importante da blefaroplastia é a cantopexia, que é o reposicionamento do canto lateral dos olhos.

As pálpebras possuem uma anatomia conhecida e o cirurgião deve seguir os pontos de referencia para ter um resultado satisfatório. A abordagem envolve o estudo de todo o terço superior da face.

Como é realizada a blefaroplastia?

Anatomia das Pálpebras

A cirurgia pode ser realizada com anestesia local e sedação ou anestesia geral. O tempo médio de cirurgia é de 2 horas e o período de internação é de 4 a 6 horas.

Na cirurgia de pálpebras é retirado o excesso de pele das pálpebras superiores e inferiores. A quantidade de pele retirada deve ser apenas o excedente. A remoção em excesso pode levar a problemas de mal posicionamento das mesmas e dificuldade de fechamento dos olhos.

Outra etapa na cirurgia de pálpebra é o tratamento das bolsas de gordura. No passado acreditava–se  que quanto mais bolsa de gordura fosse retirada, melhor seria o resultado. Atualmente, sabe–se que a melhor abordagem é a remoção apenas do excesso de bolsas de gordura e, em alguns casos, o reposicionamento das bolsas. A retirada excessiva leva a um resultado artificial, com os olhos encovados.

E por último, na blefaroplastia pode ser realizado a cantopexia. Com o envelhecimento há uma frouxidão das estruturas de fixação da pálpebra. A função da cantopexia é fixar e reposicionar o canto lateral dos olhos.

Cuidados pós operatórios da Blefaroplastia

Inchaço: Após a blefaroplastia é comum um inchaço palpebral. Para a redução do edema recomenda–se dormir com a cabeceira elevada. O uso de dois travesseiros na primeiras noites é suficiente.

Outra manobra que ajuda na redução do inchaço é a aplicação de compressas frias. Recomendamos sessões de 20 minutos cinco vezes ao dia. Deve–se evitar o contato direto de gelo com a pele, devido ao risco de queimadura.

Manchas roxas: Equimose periorbitária  é comum após a blefaroplastia. O principal cuidado é a proteção solar. Desse modo, é recomendado no pós operatório o uso diário de protetor solar.  E, quando em ambiente externo, é importante o uso de óculos escuros e chapéu ou boné.

Retirada de pontos: Os pontos são removidos 5 dias após o procedimento.

Complicações da cirurgia de pálpebras

A cirurgia de pálpebra é um procedimento cirúrgico seguro, no entanto, como qualquer cirurgia existe a possibilidade de complicações, como: síndrome do olho seco, mal posicionamento das pálpebras,  infecção, quemose, assimetria e lagoftalmo.

 

 

Ficou com dúvidas sobre Blefaroplastia? Confira os posts abaixo no Blog do Dr. Fabrício Ribeiro:



WhatsApp Chame no WhatsApp!